Buscar

Procura de voos para Portugal aumenta 85%, mas ainda 74% inferior a níveis pré-Covid

A análise aos dados da plataforma Kayak indica que o volume de pesquisa de voos para Portugal situa-se agora em 26% do volume em período homólogo em 2020, uma melhoria face aos mínimos de 14% no final de janeiro.

Sem surpresas, agosto foi o mês de maior aproximação do número de pesquisas ao volume em período homólogo pré-Covid, principalmente devido ao Reino Unido e abertura do corredor aéreo para Portugal. A concentração de reservas em lead time curto (número de dias entre marcação e viagem) levou a que o volume de pesquisas superasse em 39% a procura na semana homóloga de 2019.


De realçar também o interesse em voos para Portugal oriundo de França e Suíça, países com grande presença de emigrantes, no período de junho e julho, coincidente com a fase final do desconfinamento em Portugal. É expectável que após o anúncio do plano de desconfinamento nacional, haja um súbito aumento na procura de voos sobretudo com origem nesses países.


O número de reservas em AL para Portugal continua bastante inferior ao volume durante o mesmo período no ano passado, com Lisboa e Porto a atingirem cerca de 20% das marcações em período equivalente de 2020. A análise deste artigo é restrita a marcações short-term (inferiores a 4 semanas)


Num post recente analisamos a estrutura das reservas para os diferentes distritos de Portugal.

FARO

A pesquisa de voos com o destino de Faro é 75% inferior do que a procura em 2020. No entanto Faro registou 18.029 reservas no último mês, sendo o distrito a receber mais reservas em Portugal. Recentemente mostramos como as reservas para o Algarve são naturalmente marcadamente diferentes das reservas para o restante território nacional.

As datas com maior procura durante os últimos 30 dias foram naturalmente para estadias em julho, agosto e início de setembro o que demonstra também a confiança dos turistas na recuperação da pandemia até ao verão.

LISBOA

A pesquisa de voos para Lisboa é inferior em 76% do que a procura de há um ano As poucas pesquisas refletem-se no número baixo de reservas marcadas nos últimos 30 dias, foram apenas 12.495, 84% inferior ao volume durante o mesmo período no ano passado.

PORTO

A pesquisa de voos para o Porto está 75% abaixo dos volumes de há um ano atrás. As poucas pesquisas refletem-se no número baixo de reservas marcadas nos últimos 30 dias; apenas 7.111, uma redução em 81% do volume atingido no mesmo período no ano passado.

Para receberes análises de mercado e notificações sobre posts como este subscreve carregando no link

2 visualizações0 comentário